CAFÉ NA DOSE CERTA

Esqueça a má fama que um dia lhe deram. Quem se rende as xícaras de forma moderada só tem a ganhar.
De acordo com Silvia Oigman, pesquisadora do IDOR, cafeína representa de 1 a 2,2% do café. “Ele possui diversas outras substâncias, com destaque para os ácidos clorogênicos, que são antioxidantes”, informa.

Nesse sentido, o conteúdo da xícara seria mais poderoso que o vinho tinto. Certamente não é desculpa para exagerar, como Balzac fazia. De três a cinco xícaras por dia compõem a quantidade ideal para degustar os benefícios.

Confira aqui a reportagem completa da revista Saúde é Vital.