Pesquisa do IDOR em parceria com L’Oreal é destaque no Como Será?.

A comunidade científica mundial vem avançando na criação de modelos alternativos de pesquisa que substituam a necessidade de animais em laboratórios. No Brasil, diversos grupos de pesquisa têm investigado novas maneiras de reduzir o uso e sofrimento animal.

O programa Como Será?, da TV Globo, visitou o IDOR para conhecer a parceria com a L’Oreal, que visa desenvolver modelos cada vez mais completos de pele humana. A partir de fragmentos de pele humana obtidos de sobras de cirurgias plásticas, os pesquisadores reconstroem o tecido para que seja estudado. Com sua tradição de, a partir de células tronco, criar modelos para estudar o sistema nervoso, o IDOR desenvolve neurônios sensoriais – aqueles responsáveis por carrear informações de dor e tato, por exemplo – para tornar a pele reconstruída em laboratório cada vez mais parecida com a de pacientes.

Desse modo, os cientistas esperam reduzir ao máximo o número de animais utilizados em experimentação.

Confira a matéria completa aqui.