Pericitos na encruzilhada entre doença e regeneração tecidual

7 de maio de 2018

Veja detalhes abaixo sobre data e horário exatos.

Auditório do Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino Rua Diniz Cordeiro, 30, 3º andar – Botafogo, Rio de Janeiro

INSCREVA-SE JÁ

SOBRE O EVENTO (ABOUT THE EVENT)

O Prof. Alexander Birbrair,  do Departamento de Patologia do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG, vai mostrar a heterogeneidade dos pericitos, células associadas aos processos de estabilização celular. No entanto, estudos recentes sugerem que sua função vai além, podendo funcionar como células-tronco, formando tecidos. Existem ao menos dois tipos de pericitos. Um deles contribui para a formação de tecidos indesejados, como gordura e tecido fibroso, e o outro para a regeneração de vários tecidos, como fibras musculares, vasos sanguíneos e células neurais. As descobertas do grupo do professor Birbrair revelam alvos celulares específicos que poderão ajudar na obtenção da cura de várias doenças.

PÚBLICO-ALVO (AUDIENCE)

PRAZO DE INSCRIÇÕES (DEADLINE)

7 de maio de 2018

INSCREVA-SE JÁ

PROGRAMAÇÃO (AGENDA)

SOBRE O EVENTO (ABOUT THE EVENT)

PRAZO DE INSCRIÇÕES (DEADLINE)

7 de maio de 2018

INSCREVA-SE JÁ